domingo, abril 14, 2024
More
    HomeSociedadeBrasilLula deve ter 3 horas a mais que Bolsonaro na TV nos...

    Lula deve ter 3 horas a mais que Bolsonaro na TV nos próximos dias

    Publicado em

    spot_img

    A campanha de Luiz Inácio Lula da Silva (PT) deverá ter três horas a mais de exposição na televisão do Jair Bolsonaro (PL) durante os dias que faltam da propaganda eleitoral, que vai até 28 de outubro. Somados os blocos diários e das inserções, o petista acumulará a cerca de 5 horas e o presidente, 2 horas.

    A diferença se dá pelas punições do TSE (Tribunal Superior Eleitoral) aos dois candidatos, que foram obrigados a ceder tempo de direito de resposta após ataques nas propagandas.

    No segundo turno, o espaço na propaganda eleitoral é dividido igualmente pelos candidatos, que ficam com 25 inserções e 10 minutos no bloco do horário eleitoral por dia.

    Bolsonaro teve que ceder 184 inserções, de 30 segundos cada, das 250 que tem até o dia 28 de outubro. Ganhou dois direitos de resposta, que lhe renderam 22 inserções que eram do petista. Lula ficou com 412 inserções no total contra 88 do atual presidente.

    As primeiras decisões de direito de resposta foram tomadas na quarta-feira (19). O petista teve sete pedidos aprovados para rebater acusações de ser “ladrão”, “corrupto” e de envolvimento com o crime.

    As peças de propaganda da campanha do presidente diziam que Lula foi o mais votado entre presos, o que não é possível precisar, e que teria ligações com bandidos.

    Bolsonaro obteve, na quarta, uma decisão favorável para responder, em 14 inserções de 30 segundos, à propaganda do petista que o associava ao canibalismo, usando uma entrevista dada pelo presidente ao jornal americano The New York Times em 2016, afirmando estar disposto a comer carne de um indígena morto.

    Nesta quinta, foram divulgadas duas novas punições. Bolsonaro obtive direito de resposta de dois minutos no bloco do horário eleitoral de Lula e 8 inserções que serão veiculadas no tempo previsto para o petista.

    As decisões são da ministra Maria Claudia Bucchianeri, que aprovou os pedidos para rebater na televisão acusações feitas na propaganda do PT.

    Em um dos casos, Bolsonaro terá 8 inserções de 30 segundos, além de 12 segundos de outra entrada, para responder a afirmações de que defende o aborto, feitas pela campanha de Lula.

    Na outra ação, o chefe do Executivo vai responder sobre ter ligação com a milícia, “rachadinha”, entre outros temas, em 2 minutos e 8 segundos do período que reservado a uma propaganda do petista.

    Leia mais:
    Lula se mantém com 53% dos votos válidos e Bolsonaro 47%
    Vídeo fake dando Bolsonaro à frente no Ipec alcança 75 mil internautas
    Bolsonaro pede a eleitores para ficarem nas seções até apuração

    Mais informações.

    Últimos Artigos

    Nível dos rios do AM é “preocupante”, diz Defesa Civil

    Em informativo à população compartilhado nesta semana, a Defesa Civil Estadual do Amazonas (DC-AM)...

    AM perde liderança no Norte na produção de ovos

    Com a produção de 520.956 ovos de galinha em 2023, o Amazonas perdeu a...

    Em dois meses, 17 pessoas morreram atropeladas em Manaus

    De janeiro a fevereiro de 2024, 17 pessoas morreram em atropelamentos em Manaus. O...

    Saiba quais alimentos têm sódio em excesso identificados pela Anvisa

    Um relatório divulgado pela Anvisa revelou que 28% dos produtos industrializados monitorados entre 2020...

    Mais artigos como este

    Nível dos rios do AM é “preocupante”, diz Defesa Civil

    Em informativo à população compartilhado nesta semana, a Defesa Civil Estadual do Amazonas (DC-AM)...

    AM perde liderança no Norte na produção de ovos

    Com a produção de 520.956 ovos de galinha em 2023, o Amazonas perdeu a...

    Em dois meses, 17 pessoas morreram atropeladas em Manaus

    De janeiro a fevereiro de 2024, 17 pessoas morreram em atropelamentos em Manaus. O...