sábado, abril 20, 2024
More
    HomeCotidianoObras do linhão AM-RR serão retomadas em outubro, diz ministro

    Obras do linhão AM-RR serão retomadas em outubro, diz ministro

    Publicado em

    spot_img
    Associação Waimiri-Atroari fechou acordo para liberar o linhão, mediante recebimento de R$ 133 milhões do governo federal

    O ministro de Minas e Energia, Adolfo Sachsida, avisou que, em outubro, serão retomadas as obras de construção do linhão de energia elétrica Tucuruí (foto) entre as capitais Manaus e Boa Vista. O empreendimento vai ligar o estado de Roraima no Sistema Interligado Nacional (SIN).

    Sachsida classificou o acordo judicial, feito no Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF-1ª), na última quinta-feira (22), como excelente.

    “Foi um acordo histórico respeitando a vontade da comunidade indígena. Isso quer dizer redução na conta de luz, segurança energética e um importante programa ambiental, já que o linhão vai reduzir as emissões de combustíveis fosseis. As obras serão retomadas em outubro”, comemorou o ministro.

    Ele informou que o acordo foi assinado entre o Ministério de Minas e Energia (MME), Associação Waimiri-Atroari, Transporte Energia (concessionária), Ministério Público Federal (MPF), Advocacia-Geral da União (AGU), Funai e Ibama.

    Na semana passada, reportagem do Estadão revelou que as obras não começaram por problemas no próprio governo.

    Uma reunião entre a Transnorte Energia, dona do projeto, com representantes da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), deixou claro que não houve avanços por falta de posicionamento oficial do Ministério de Minas e Energia, Ibama e Funai.

    A obra do linhão não havia sido autorizada em decorrência do impacto ecológico imposto à terra indígena Waimiri-Atroari, onde vivem mais de 2.300 pessoas.

    Pressionado por ações na Justiça, o governo aceitou a proposta de compensação da Associação Waimiri-Atroari.

    Por ela, aceitou pagar uma indenização de R$ 133 milhões pelos prejuízos ao território, modos de vida e cultura indígenas.

    Plano 

    Para o Canal Energia, o governo disse que o acordo foi resultado do empenho para equacionar as questões relacionadas ao Componente Indígena do Plano Básico Ambiental, com foco nas tratativas para atendimento às condicionantes previstas no plano.

    Nos próximos 36 meses serão construídos cerca de 715 km, sendo 425 km no estado de Roraima e 290 km no Amazonas, margeando a BR-174, rodovia federal que liga as duas capitais.

    Leia mais:
    Bolsonaro anuncia início das obras do linhão Manaus-Boa Vista
    MPF pede anulação de licença de linhão entre Pará e Amazonas

    Mais informações.

    Últimos Artigos

    Nível dos rios do AM é “preocupante”, diz Defesa Civil

    Em informativo à população compartilhado nesta semana, a Defesa Civil Estadual do Amazonas (DC-AM)...

    AM perde liderança no Norte na produção de ovos

    Com a produção de 520.956 ovos de galinha em 2023, o Amazonas perdeu a...

    Em dois meses, 17 pessoas morreram atropeladas em Manaus

    De janeiro a fevereiro de 2024, 17 pessoas morreram em atropelamentos em Manaus. O...

    Saiba quais alimentos têm sódio em excesso identificados pela Anvisa

    Um relatório divulgado pela Anvisa revelou que 28% dos produtos industrializados monitorados entre 2020...

    Mais artigos como este

    Nível dos rios do AM é “preocupante”, diz Defesa Civil

    Em informativo à população compartilhado nesta semana, a Defesa Civil Estadual do Amazonas (DC-AM)...

    AM perde liderança no Norte na produção de ovos

    Com a produção de 520.956 ovos de galinha em 2023, o Amazonas perdeu a...

    Em dois meses, 17 pessoas morreram atropeladas em Manaus

    De janeiro a fevereiro de 2024, 17 pessoas morreram em atropelamentos em Manaus. O...