quinta-feira, abril 18, 2024
More
    HomeSociedadeBrasilDeputados do AM elogiam desempenho de Lula no JN

    Deputados do AM elogiam desempenho de Lula no JN

    Publicado em

    spot_img
    Os parlamentares avaliaram que os entrevistadores William Bonner e Renata Vasconcellos foram contundentes nos questionamentos, mas o candidato demonstrou lucidez e segurança nas respostas

    Os deputados federais do Amazonas José Ricardo (PT) e Marcelo Ramos (PSD) elogiaram o desempenho do candidato a presidente Lula da Silva (PT) na sabatina do “Jornal Nacional”, da TV Globo.

    “Durante cinco anos eu fui massacrado e estou tendo hoje a primeira oportunidade de falar disso ao vivo com o povo brasileiro. A corrupção só aparece quando você permite que ela seja investigada. No meu governo criamos o portal da transparência e a lei anticorrupção”, disse o petista para início de conversa.

    Os parlamentares avaliaram que os entrevistadores William Bonner e Renata Vasconcellos foram contundentes nos questionamentos, mas o candidato demonstrou lucidez e segurança nas respostas.

    “Lula eleito no primeiro turno depois dessa entrevista perfeita. Se tinha dúvidas, não há mais”, disse Ricardo.

    Candidato à reeleição, o petista destacou ainda as metáforas futebolísticas usadas pelo ex-presidente.

    “Citou Abel Lima e ainda citou a goleada do ‘mengão’. Esse é craque!”, afirmou.

    Ramos mandou parabéns a Lula. “Lucidez, paciência, sem fugir das perguntas. O Brasil substituirá o ódio pela esperança, a fome pela bonança, as armas pelos livros”.

    A deputada Gleisi Hoffmann (PR), presidente nacional do PT, diz que Lula mostrou o que é ser presidente da República.

    “Conhece o país, conhece o Estado e conhece o povo brasileiro. O Brasil estava com saudades de ver um presidente de verdade, de ver o Lula. Arrasou! Valeu toda luta”.

    Conforme os avaliadores de audiência na TV, Lula gerou mais engajamento nas redes do que os adversários Jair Bolsonaro (PL) e Ciro Gomes (PDT), somados.

    Foram 15 milhões de reações, frente a 9 milhões do atual presidente e 2 milhões do pedetista.

    Confira os destaques da entrevista:

    Educação e riqueza

    “Nós pegamos o Brasil com 3,5 milhões de estudantes universitários, deixamos com 8 milhões. Ou seja, este país é um país do futuro que nós precisamos construir. Não existe nenhuma experiência de país que ficou rico sem investir na educação”.

    Amazônia para o país

    O candidato ressaltou ainda a importância de o Brasil explorar correta e cientificamente a biodiversidade da Amazônia para gerar empregos para quem vive na região.

    Ele disse que há empresários sérios no agronegócio que não querem desmatar, mas sim preservar rios, águas e a fauna brasileira.

    Volta do emprego

    “Este país tem que voltar a crescer, tem que voltar a ser feliz, tem que voltar a gerar emprego. O povo tem que voltar a comer churrasquinho, comer uma picanha e beber uma cervejinha […] Eu vou voltar a governar para fazer as coisas melhor do que eu fiz. Um homem de 76 anos, que digo todo dia que tem energia de 30, é porque eu acho que é possível recuperar este país, a economia voltar a crescer, gerar emprego, estou convencido disso. Se eu não acreditasse nisso, eu não voltaria, eu preferia ficar em casa vivendo os louros de ser o melhor presidente da história do Brasil”.

    Bolsonaro refém

    “Orçamento secreto não é moeda de troca, isso e usurpação do poder. Acabou o presidencialismo, Bolsonaro não manda nada, o Bolsonaro é refém do Congresso Nacional. O Bolsonaro sequer cuida do orçamento. O orçamento quem cuida é o Arthur Lira [presidente da Câmara]. É ele quem libera as verbas, o ministro liga para ele, não liga para o presidente”.

    Agricultura harmoniosa

    “Para mim, pequeno produtor rural, médio produtor rural, tem que viver pacificamente com o grande agronegócio. O Brasil tem possibilidade de ter os dois. Um produz mais internamente, outro produz mais externamente. (…) É extremamente importante a convivência pacífica dessa gente”.

    Agronegócio x Amazônia

    Lula lembrou das ações de seus governos para o agronegócio, permitindo por exemplo renegociação de dívidas de R$ 85 bilhões, para evitar que alguns produtores quebrassem.

    Disse ainda que há setores do agro incomodados com o fato de os governos petistas atuarem em defesa do meio ambiente e contra o desmatamento na Amazônia e outros biomas.

    MST modernizado

    Questionado sobre a relação com o MST, Lula disse que o movimento está cuidando de produzir.

    “O MST está fazendo uma coisa extraordinária neste país. Tem várias cooperativas e é o maior produtor de arroz orgânico do Brasil. Nós temos que pacificar este país”.

    Alckmin acariciado

    O ex-presidente citou Paulo Freire na bancada do “Jornal Nacional” para definir a importância da sua aliança com Geraldo Alckmin para a democracia.

    Lula afirmou que tem “100% de confiança” de que seu vice na chapa da coligação Brasil da Esperança vai ajudá-lo a consertar o país.

    “Eu aprendi na minha vida a conversar. Se tem uma coisa que aprendi na vida foi negociar, foi conversar com os contrários. Tem uma frase do Paulo Freire que é fantástica, que eu utilizei para mostrar aos militantes do PT a entrada de Alckmin. De vez em quando, a gente precisa estar junto dos divergentes para vencer os antagônicos. E agora nós precisamos vencer o antagonismo do fascismo”.

    Leia mais:
    Lula diz que não dará trégua a queimadas e violência na Amazônia
    Pesquisa: avanço de Bolsonaro x vantagem de Lula
    Lula propõe criar Ministério da Micro e Pequena Empresa

    Mais informações.

    Últimos Artigos

    Nível dos rios do AM é “preocupante”, diz Defesa Civil

    Em informativo à população compartilhado nesta semana, a Defesa Civil Estadual do Amazonas (DC-AM)...

    AM perde liderança no Norte na produção de ovos

    Com a produção de 520.956 ovos de galinha em 2023, o Amazonas perdeu a...

    Em dois meses, 17 pessoas morreram atropeladas em Manaus

    De janeiro a fevereiro de 2024, 17 pessoas morreram em atropelamentos em Manaus. O...

    Saiba quais alimentos têm sódio em excesso identificados pela Anvisa

    Um relatório divulgado pela Anvisa revelou que 28% dos produtos industrializados monitorados entre 2020...

    Mais artigos como este

    Nível dos rios do AM é “preocupante”, diz Defesa Civil

    Em informativo à população compartilhado nesta semana, a Defesa Civil Estadual do Amazonas (DC-AM)...

    AM perde liderança no Norte na produção de ovos

    Com a produção de 520.956 ovos de galinha em 2023, o Amazonas perdeu a...

    Em dois meses, 17 pessoas morreram atropeladas em Manaus

    De janeiro a fevereiro de 2024, 17 pessoas morreram em atropelamentos em Manaus. O...