quinta-feira, abril 18, 2024
More
    HomeCotidianoSociedadeZona Norte deve ganhar uma maternidade, afirma Dra. Mayara

    Zona Norte deve ganhar uma maternidade, afirma Dra. Mayara

    Publicado em

    spot_img

    A deputada Dra. Mayara Pinheiro(Progressistas), realizou pronunciamento na tribuna da Assembleia Legislativa do Amazonas, na manhã desta terça-feira (22). Na oportunidade, a deputada anunciou a construção de uma nova maternidade na Zona Norte de Manaus, destacou os principais assuntos abordados na reunião realizada na Secretaria de Estado da Saúde (SES), com o titular da pasta, Dr. Anoar Samad e confirmou o envio de recursos na ordem de R$ 4 milhões para a cidade de Coari, no interior do Amazonas.

    Durante discurso a parlamentar falou sobre as solicitações realizadas junto a SES, em 2018, e que foram postergadas devido a pandemia do Coronavírus.

    “Naquela ocasião foram traçadas algumas metas a curto, médio e longo prazo, entre elas a construção de novas maternidades na zona oeste, na zona norte, a construção, ainda em 2020 de maternidades nos pólos do estado, fortalecendo a atenção às gestantes interioranas, mas, devido a pandemia algumas dessas metas não foram alcançadas”, argumentou a deputada.

    Mayara enfatizou dados sobre a mortalidade materno-infantil, que colocam o estado com a pior taxa no Brasil e destacou a importância da realização de investimentos na saúde da população interiorana para mudar esse cenário

    “Precisamos melhorar a assistência à gestante do interior. É de suma importância a construção também das maternidades nos polos e sub-polos, para que possamos dar uma assistência de excelência e oportunidades para as gestantes que vivem no interior do estado do Amazonas.”

    De acordo com Dra. Mayara, em 2021, foram destinados mais de R$ 5 milhões em emendas para a saúde no interior e que, em 2022 o trabalho vai continuar. A deputada aproveitou seu momento de fala para anunciar o envio de recursos para a cidade de Coari.

    “A saúde, com certeza, continua sendo uma prioridade do meu mandato. Estou enviando R$ 4 milhões para o município de Coari. Município que me introduziu na vida pública, que tem muito da minha marca na saúde. A gente mudou a característica da saúde no município. Melhoramos a assistência hospitalar, a atenção básica e conseguimos assistência ribeirinha através da UBS fluvial, que agora vai dispor de ultrassom e equipamentos de imagem portáteis, para que essas mulheres tenham uma assistência cada vez melhor”, justificou.

    O Projeto “Ver e Tratar “, voltado para o câncer de colo de útero, também teve retornos positivos da SES. “Enfim, as mulheres interioranas poderão fazer a conização de lesões pré-cancerígenas. Isso tem sido fortalecido e encarado como prioridade na SES”, disse Mayara sobre a implementação do programa no interior.

    Para finalizar, a deputada citou a introdução do Projeto Sentinela da Vida no Plano Plurianual (PPA), e se mostrou otimista diante das respostas obtidas na reunião. “A reunião foi muito satisfatória. Pude enxergar pautas que vinham sendo travadas e paralisadas tendo respostas positivas e, em breve, farão parte do dia a dia das mulheres amazonenses”, concluiu Dra. Mayara.

    Leia mais:
    Maternidade Moura Tapajóz realiza mutirão para inserção de DIU
    Após divulgação de áudios machistas, Arthur do Val retira candidatura ao governo de SP
    SES-AM recebe elogios pela assistência em nascimento prematuro

    Com informações da Assessoria*

    Últimos Artigos

    Nível dos rios do AM é “preocupante”, diz Defesa Civil

    Em informativo à população compartilhado nesta semana, a Defesa Civil Estadual do Amazonas (DC-AM)...

    AM perde liderança no Norte na produção de ovos

    Com a produção de 520.956 ovos de galinha em 2023, o Amazonas perdeu a...

    Em dois meses, 17 pessoas morreram atropeladas em Manaus

    De janeiro a fevereiro de 2024, 17 pessoas morreram em atropelamentos em Manaus. O...

    Saiba quais alimentos têm sódio em excesso identificados pela Anvisa

    Um relatório divulgado pela Anvisa revelou que 28% dos produtos industrializados monitorados entre 2020...

    Mais artigos como este

    Nível dos rios do AM é “preocupante”, diz Defesa Civil

    Em informativo à população compartilhado nesta semana, a Defesa Civil Estadual do Amazonas (DC-AM)...

    AM perde liderança no Norte na produção de ovos

    Com a produção de 520.956 ovos de galinha em 2023, o Amazonas perdeu a...

    Em dois meses, 17 pessoas morreram atropeladas em Manaus

    De janeiro a fevereiro de 2024, 17 pessoas morreram em atropelamentos em Manaus. O...