domingo, abril 14, 2024
More
    HomeCoronavírusPrefeito considera risco da ômicron e decreta situação de emergência

    Prefeito considera risco da ômicron e decreta situação de emergência

    Publicado em

    spot_img

    O prefeito David Almeida decretou situação de emergência em Manaus por três meses. Almeida considera a pandemia do novo coronavírus e a Comunicação de Risco n° 20 do Ministério da Saúde, de novembro de 2021, que informa sobre a identificação da nova variante ômicron, de alta transmissibilidade. Segundo a FVS (Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas), a incidência da ômicron no estado é de 93%.

    No Decreto n° 5.261, publicado no Diário Oficial do Município desta sexta-feira (18), não consta nenhuma restrição no município, mas apenas orientação às secretarias para adotar medidas de prevenção e combate à variante.

    Conforme o caráter “anormal” da saúde pública na capital, “a situação requer a adoção de medidas administrativas necessárias à imediata resposta por parte do Poder Público Municipal”, alega o prefeito no decreto.

    David Almeida autoriza a contratação em regime temporário de profissionais de saúde, mas o decreto não especifica quantidade.

    Segundo o Boletim Diário de Covid-19 da FVS, edição 685, foi confirmado o diagnóstico de 1.285 novos casos de Covid-19 nesta sexta-feira, totalizando 567.973 casos da doença no estado desde março de 2020.

    Foram confirmadas três mortes pela doença, sendo dois ocorridos na quinta-feira (17) e 1 confirmado por critérios clínicos. Desde o início da pandemia, há dois anos, 14.086 pessoas morreram no Amazonas pelas complicações da Covid-19.

    A Prefeitura também confirmou quatro sepultamentos de vítimas da doença. O boletim acrescenta ainda que 10.862 pessoas com diagnóstico de Covid-19 estão sendo acompanhadas pelas secretarias municipais de saúde, o que corresponde a 5,53% dos casos confirmados ativos.

    Entre os casos confirmados de Covid-19 no Amazonas, internados em Manaus há 129 pacientes, sendo 61 em leitos clínicos (9 na rede privada e 52 na rede pública), 66 em UTI (10 na rede privada e 56 na rede pública) e 2 estão em sala vermelha.

    A situação vacinal dos pacientes internados com a Covid-19 aponta que, dos 129 pacientes internados, 67 não foram vacinados, 24 têm esquema vacinal incompleto e 36 têm esquema vacinal completo.

    Dos 567.973 casos confirmados no Amazonas até esta sexta, 278.153 são de Manaus (47,86%) e 289.820 do interior do estado (52,14%).

    Leia mais:
    Saullo Vianna se posiciona a favor da exigência do cartão de vacina nas escolas
    Prefeitura intensifica vacinação infantil em comunidades ribeirinhas
    62,5% das mortes por covid são de pessoas não vacinadas ou com doses atrasadas

    Com informações do Amazonas Atual*

    Últimos Artigos

    Nível dos rios do AM é “preocupante”, diz Defesa Civil

    Em informativo à população compartilhado nesta semana, a Defesa Civil Estadual do Amazonas (DC-AM)...

    AM perde liderança no Norte na produção de ovos

    Com a produção de 520.956 ovos de galinha em 2023, o Amazonas perdeu a...

    Em dois meses, 17 pessoas morreram atropeladas em Manaus

    De janeiro a fevereiro de 2024, 17 pessoas morreram em atropelamentos em Manaus. O...

    Saiba quais alimentos têm sódio em excesso identificados pela Anvisa

    Um relatório divulgado pela Anvisa revelou que 28% dos produtos industrializados monitorados entre 2020...

    Mais artigos como este

    Nível dos rios do AM é “preocupante”, diz Defesa Civil

    Em informativo à população compartilhado nesta semana, a Defesa Civil Estadual do Amazonas (DC-AM)...

    AM perde liderança no Norte na produção de ovos

    Com a produção de 520.956 ovos de galinha em 2023, o Amazonas perdeu a...

    Em dois meses, 17 pessoas morreram atropeladas em Manaus

    De janeiro a fevereiro de 2024, 17 pessoas morreram em atropelamentos em Manaus. O...