sábado, abril 20, 2024
More
    HomeSociedadeAmazonasEstudantes desenvolvem jogo de cartas inspirados em aves da Amazônia

    Estudantes desenvolvem jogo de cartas inspirados em aves da Amazônia

    Publicado em

    spot_img

    Projeto foi desenvolvido com apoio do Governo do Amazonas, por meio da Fapeam, via Programa Ciência na Escola

    Um jogo de cartas elaborado a partir de espécies de aves típicas da região Amazônica foi produzido por estudantes da rede estadual de ensino, no município de Tefé (distante 522 quilômetros de Manaus). O projeto “Psitacídeos no Estado do Amazonas: Conhecer Para Conservar”, apoiado pelo Governo do Estado, por meio da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Amazonas (Fapeam), reúne mais de 40 espécies de animais e segue as regras de um baralho tradicional.

    Desenvolvido com apoio do Programa Ciência na Escola (PCE), Edital Nº 004/2020, o trabalho foi coordenado pela professora de Ciências, Ana Lima, na Escola Estadual Getúlio Vargas. Vinte e cinco alunos do 7º ano do Ensino Fundamental participaram do projeto que identificou aves como Periquitos, Curicas e Marianinhas, com base na plataforma online Wikiave, conhecida por reunir biólogos e observadores de aves do Brasil.

    “Nós dividimos toda a pesquisa em três fases, compostas pelos seguintes itens: levantamento das espécies de psitacídeos registradas na plataforma online Wikiaves, elaboração do jogo lúdico e, por fim, aplicação do jogo com os alunos”, explica a professora.

    De acordo com Ana Lima, o projeto foi desenvolvido no período de julho a novembro de 2021. No jogo, as aves com mais registros de incidência no Amazonas são consideradas cartas coringas e garantem bônus aos jogadores que as possuem.

    Para a confecção do baralho foram utilizados papéis dos tipos A4 e Cartão. Já as fotografias dos animais foram impressas nas cartas do jogo, com os seus respectivos nomes, seguindo o padrão do Comitê Brasileiro de Ornitologia (CBO), fórum nacional encarregado de debater e divulgar informações relacionadas às aves nativas ou visitantes.

    Ana Lima comemora que a forma de aprendizado contribui para estimular o interesse dos estudantes por questões relacionadas à preservação ambiental. “O objetivo geral do jogo foi apresentar aos alunos a diversidade de espécies que temos em nosso estado e despertar o interesse em conservá-las e, a partir disso, gerar questionamentos sobre a criação desses animais como pets e a retirada indevida de seu habitat natural”, informou.

    Sobre o PCE – O PCE é um programa criado pela Fapeam, desenvolvido em parceria com a Secretaria de Estado de Educação e Desporto (Seduc-AM) e a Secretaria Municipal de Educação (Semed-Manaus), e apoia projetos de pesquisa dentro da comunidade escolar.

    O edital da edição 2022 do PCE está com inscrições abertas até as 17h do dia 11 de março. Podem se inscrever professores de escolas públicas do Estado do Amazonas ou municipais de Manaus, que trabalhem com turmas a partir do 5º ano ou no ensino médio e suas modalidades: educação de jovens e adultos, educação escolar indígena, atendimento educacional específico e Projeto Avançar.

    Confirma o edital do PCE:

    http://www.fapeam.am.gov.br/editais/edital-n-o-0042022-programa-ciencia-na-escola-pce/

    Leia mais:
    Estudantes terão direito ao transporte público gratuito a partir de terça
    Passe livre: Governo do Amazonas repassa primeira parcela de convênio
    Wilson e David assinam convênio que garante passe livre a estudantes

    Últimos Artigos

    Nível dos rios do AM é “preocupante”, diz Defesa Civil

    Em informativo à população compartilhado nesta semana, a Defesa Civil Estadual do Amazonas (DC-AM)...

    AM perde liderança no Norte na produção de ovos

    Com a produção de 520.956 ovos de galinha em 2023, o Amazonas perdeu a...

    Em dois meses, 17 pessoas morreram atropeladas em Manaus

    De janeiro a fevereiro de 2024, 17 pessoas morreram em atropelamentos em Manaus. O...

    Saiba quais alimentos têm sódio em excesso identificados pela Anvisa

    Um relatório divulgado pela Anvisa revelou que 28% dos produtos industrializados monitorados entre 2020...

    Mais artigos como este

    Nível dos rios do AM é “preocupante”, diz Defesa Civil

    Em informativo à população compartilhado nesta semana, a Defesa Civil Estadual do Amazonas (DC-AM)...

    AM perde liderança no Norte na produção de ovos

    Com a produção de 520.956 ovos de galinha em 2023, o Amazonas perdeu a...

    Em dois meses, 17 pessoas morreram atropeladas em Manaus

    De janeiro a fevereiro de 2024, 17 pessoas morreram em atropelamentos em Manaus. O...