segunda-feira, junho 17, 2024
More
    HomePoderAmazonasManauaras gastam em média 41 minutos de deslocamento ao trabalho, diz pesquisa 

    Manauaras gastam em média 41 minutos de deslocamento ao trabalho, diz pesquisa 

    Publicado em

    spot_img

    O Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) divulgou uma pesquisa, com base em dados de 2019, que demonstrou que o tempo médio de deslocamento entre casa e trabalho na cidade de Manaus é de 41 minutos. No ranking das 20 maiores cidades do país, a capital amazonense ocupa a 14ª posição em mobilidade urbana. O Projeto Acesso a Oportunidades faz um retrato das desigualdades de acesso a oportunidades nas maiores cidades brasileiras no ano de 2019, com estimativas de acesso a empregos, serviços de saúde e educação. 

    Nesta edição, o estudo do Ipea incluiu estimativas de acessibilidade por modos de transporte ativo (a pé e de bicicleta) para as vinte maiores cidades do país, e por transporte público para sete grandes cidades. A pesquisa avaliou como as desigualdades sociais e espaciais afetam o acesso a oportunidades nas cidades brasileiras. Foi medida a facilidade com que as pessoas de diferentes áreas das cidades, níveis de renda e cor/raça conseguem acessar as oportunidades de empregos formais, escolas públicas e serviços de saúde prestados pelo Sistema Único de Saúde (SUS).

    Em Manaus, o estudo demonstrou que a média do tempo mínimo de viagem por bicicleta até a escola mais próxima de casa para pobres e ricos é quase a mesma, ficando entre 5 e 10 minutos. Entretanto, a razão entre o número de empregos acessíveis a pé em até 30 minutos pela população de alta e baixa renda mostra uma desigualdade em Manaus. No caso, o quociente igual a 1 significa que ambas as classes têm as mesmas oportunidades. Na capital do Amazonas o número se aproxima de 3, o que indica que os mais ricos possuem uma quantidade maior de empregos disponíveis próximos de suas residências. Manaus ocupa a 16ª colocação neste ponto avaliado. 

    Ainda, de acordo com o Ipea, em todas as 20 maiores cidades do Brasil há um nível maior de acessibilidade nas áreas urbanas centrais e consolidadas, e presença mais marcada de falta de oportunidades nas regiões de periferia urbana, com níveis de acesso significativamente mais baixos. É possível também analisar as desigualdades entre a população branca e negra (pardos + pretos) calculando-se o quociente entre a acessibilidade destes dois grupos. Em Manaus, a razão entre o número de unidades de saúde de alta complexidade acessíveis a pé em até 60 minutos pelas populações branca e negra fica entre 1 e 1,5. Embora ocupe a 15ª posição no ranking, o resultado mostra que em Manaus o acesso aos hospitais ainda é mais facilitado à população branca.

    A pesquisa do Ipea pode ser acessada na íntegra no link http://www.ipea.gov.br/portal/images/stories/PDFs/TDs/td_2535_web.pdf

    Por Cíntia Ferreira, do Portal Projeta*
    *Com informações do Amazonas Atual

    Últimos Artigos

    Nível dos rios do AM é “preocupante”, diz Defesa Civil

    Em informativo à população compartilhado nesta semana, a Defesa Civil Estadual do Amazonas (DC-AM)...

    AM perde liderança no Norte na produção de ovos

    Com a produção de 520.956 ovos de galinha em 2023, o Amazonas perdeu a...

    Em dois meses, 17 pessoas morreram atropeladas em Manaus

    De janeiro a fevereiro de 2024, 17 pessoas morreram em atropelamentos em Manaus. O...

    Saiba quais alimentos têm sódio em excesso identificados pela Anvisa

    Um relatório divulgado pela Anvisa revelou que 28% dos produtos industrializados monitorados entre 2020...

    Mais artigos como este

    Nível dos rios do AM é “preocupante”, diz Defesa Civil

    Em informativo à população compartilhado nesta semana, a Defesa Civil Estadual do Amazonas (DC-AM)...

    AM perde liderança no Norte na produção de ovos

    Com a produção de 520.956 ovos de galinha em 2023, o Amazonas perdeu a...

    Em dois meses, 17 pessoas morreram atropeladas em Manaus

    De janeiro a fevereiro de 2024, 17 pessoas morreram em atropelamentos em Manaus. O...