sábado, maio 18, 2024
More
    HomePoderAmazonasCobranças abusivas e interrupções geram novas ações judiciais contra a AM

    Cobranças abusivas e interrupções geram novas ações judiciais contra a AM

    Publicado em

    spot_img

    Por iniciativa do vice-presidente da Comissão de Obras, Patrimônio e Serviços Públicos da Assembleia Legislativa do Amazonas (CGESP/Aleam), deputado estadual Álvaro Campelo (Progressistas), foi realizada reunião técnica, na tarde desta quarta-feira (13), na Aleam, envolvendo órgãos de defesa do consumidor e vereadores dos municípios do interior para tratar a respeito de medidas judiciais que serão tomadas em relação ao aumento na tarifa e constantes interrupções de energia elétrica.

    De acordo com o deputado, foi dado o primeiro passo para corrigir distorções e se fazer justiça ao consumidor amazonense. “Nosso principal objetivo foi ouvir de perto o clamor dos vereadores, que são os representantes do povo do interior e, ao contrário do que foi dito pela empresa, de que não há interrupção de energia no interior, eles vieram aqui e provaram exatamente o contrário. Diante disso, estamos juntamente com os órgãos de defesa do consumidor, propondo medidas judiciais que possam reparar os danos que a população vem sofrendo”, disse Campelo.

    Segundo o presidente da Comissão de Defesa do Consumidor da Câmara Municipal de Maués, vereador Simoca (Pros), a reunião técnica teve uma importância enorme diante do caos no setor energético que vários municípios estão enfrentando. “Temos sofrido bastante com esses problemas causados pela Amazonas Energia. Temos muitas reclamações da população principalmente por conta dos prejuízos causados pelas interrupções no fornecimento de energia. Já que não há diálogo, vamos partir para a justiça, pois esse é o nosso papel como vereador, defender a população”, afirmou o vereador.

    Ao final da reunião técnica, que contou com a participação de representantes do Ministério Público Estadual, Defensoria Pública do Estado, OAB/AM, Procon Amazonas e Câmaras Municipais, ficou decidido que os municípios  ingressarão com uma Ação Civil Pública (ACP), de forma individualizada, já que existem particularidades que precisam ser observadas para que as iniciativas obtenham êxito no Judiciário.

    Com informações da Aleam*

    Últimos Artigos

    Nível dos rios do AM é “preocupante”, diz Defesa Civil

    Em informativo à população compartilhado nesta semana, a Defesa Civil Estadual do Amazonas (DC-AM)...

    AM perde liderança no Norte na produção de ovos

    Com a produção de 520.956 ovos de galinha em 2023, o Amazonas perdeu a...

    Em dois meses, 17 pessoas morreram atropeladas em Manaus

    De janeiro a fevereiro de 2024, 17 pessoas morreram em atropelamentos em Manaus. O...

    Saiba quais alimentos têm sódio em excesso identificados pela Anvisa

    Um relatório divulgado pela Anvisa revelou que 28% dos produtos industrializados monitorados entre 2020...

    Mais artigos como este

    Nível dos rios do AM é “preocupante”, diz Defesa Civil

    Em informativo à população compartilhado nesta semana, a Defesa Civil Estadual do Amazonas (DC-AM)...

    AM perde liderança no Norte na produção de ovos

    Com a produção de 520.956 ovos de galinha em 2023, o Amazonas perdeu a...

    Em dois meses, 17 pessoas morreram atropeladas em Manaus

    De janeiro a fevereiro de 2024, 17 pessoas morreram em atropelamentos em Manaus. O...