sábado, maio 18, 2024
More
    HomePoderAmazonasNa ONU, Wilson Lima defende parceria para desenvolver a Amazônia

    Na ONU, Wilson Lima defende parceria para desenvolver a Amazônia

    Publicado em

    spot_img

    O governador do Amazonas, Wilson Lima,  participou em Nova York, no domingo (22/09), às 15h, da reunião do Alto Nível do Secretariado da Plataforma Global sobre o 5º Aniversário da Declaração de Nova Iorque para Florestas, promovido pela Organização das Nações Unidas (ONU). Em sua fala, o governador defendeu parcerias internacionais para desenvolver a Amazônia, tema que também vai abordar nesta segunda-feira (23/09), em palestra na Columbia Univertsity.

    Wilson Lima foi convidado pelo Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD), agência de desenvolvimento global da ONU, para participar do evento da Declaração de Nova Iorque para Florestas, que integra a programação que antecede a reunião da Cúpula das Ações Climáticas de 2019 das Nações Unidas, marcada para amanhã.

    No domingo, o governador do Amazonas, que também participa do evento da ONU na condição de presidente da reunião anual do Fórum Global dos Governadores para Climas e Florestas (GCF – sigla em inglês), foi um dos palestrantes de painel com o tema “Ação Local: Ação subnacional para combater o desmatamento”. Na ocasião, ele vai expor evidências que demonstram a importância estratégica de parcerias para desenvolvimento socioeconômico sustentável da Amazônia.

    Nesta manhã, Wilson Lima assiste a uma apresentação do governador do Mato Grosso, Mauro Mendes, sobre a Plataforma Produzir, Conservar e Incluir (PCI), iniciativa do Governo do Mato Grosso. Em seguida, almoça com governadores da Amazônia, membros da delegação dos Estados, para nivelamento das exposições no evento do Alto Nível do Secretariado da Plataforma Global sobre o 5º Aniversário da Declaração de Nova Iorque para Florestas.

    Participam do almoço, além de Wilson Lima e Mauro Mendes, os governadores do Acre, Gladson Cameli, e do Amapá, Waldez Goes, e o governador Luis Hidalgo Okimura, de Madre de Dios, no Peru. O evento da ONU contará com ministros e representantes de países que possuem áreas florestais, interessados pela Declaração de Florestas de Nova York, doadores bilaterais e multilaterais, instituições financeiras, cientistas líderes em pesquisas e veteranos de organizações e empresas ambientais.

    Columbia Univertsity

    Ainda em Nova Iorque,  o governador Wilson Lima fará palestra hoje no Centro Lemann de Estudos sobre o Brasil (LCBS – sigla em inglês), da Columbia University, instituição considerada entre as 10 melhores dos Estados Unidos.

    O LCBS tem como objetivo treinar futuros líderes em carreiras acadêmicas, gestão pública, terceiro setor e setor privado, e é vinculado à Escola de Relações Públicas e Internacionais, tendo já recebido líderes como ex-presidentes Fernando Henrique Cardoso e Dilma Roussef.

    Wilson Lima abordará o tema “Preservando a floresta, erradicando a pobreza”. “Nós vamos mostrar a importância estratégica das parcerias no desenvolvimento socioeconômico do estado do Amazonas. Primeiro eu tenho a palestra no evento que marca o 5º Aniversário da Declaração de Nova York sobre as Florestas, para o qual fui convidado pela ONU, por meio do PNUD, e depois temos essa segunda palestra, na Universidade de Columbia. Sem dúvida será muito bom para que todos conheçam nossa política de desenvolvimento sustentável e o que estamos buscando para o futuro do Amazonas”, disse o governador.

    Museu de História Natural

    Também em Nova York, nesta segunda-feira, Wilson Lima visita o Museu de História Natural, onde se reúne com o renomado pesquisador e biólogo americano Thomas Lovejoy, que passou mais de 50 anos estudando a Amazônia.

    “O Amazonas tem vocação para ter um museu científico moderno e altamente tecnológico. O que temos pensado é como podemos construir alianças e parcerias para desenvolver um museu científico e de história natural que apoie nossa estratégia de desenvolvimento socioeconômico e ao mesmo tempo promova a conservação da Floresta Amazônica e essa visita será feita com esse objetivo”, explicou Wilson Lima.

     

    Com informações da Secom*

     

    Últimos Artigos

    Nível dos rios do AM é “preocupante”, diz Defesa Civil

    Em informativo à população compartilhado nesta semana, a Defesa Civil Estadual do Amazonas (DC-AM)...

    AM perde liderança no Norte na produção de ovos

    Com a produção de 520.956 ovos de galinha em 2023, o Amazonas perdeu a...

    Em dois meses, 17 pessoas morreram atropeladas em Manaus

    De janeiro a fevereiro de 2024, 17 pessoas morreram em atropelamentos em Manaus. O...

    Saiba quais alimentos têm sódio em excesso identificados pela Anvisa

    Um relatório divulgado pela Anvisa revelou que 28% dos produtos industrializados monitorados entre 2020...

    Mais artigos como este

    Nível dos rios do AM é “preocupante”, diz Defesa Civil

    Em informativo à população compartilhado nesta semana, a Defesa Civil Estadual do Amazonas (DC-AM)...

    AM perde liderança no Norte na produção de ovos

    Com a produção de 520.956 ovos de galinha em 2023, o Amazonas perdeu a...

    Em dois meses, 17 pessoas morreram atropeladas em Manaus

    De janeiro a fevereiro de 2024, 17 pessoas morreram em atropelamentos em Manaus. O...