segunda-feira, junho 17, 2024
More
    HomePoderBrasilWilson defende combate ao narcotráfico na fronteira

    Wilson defende combate ao narcotráfico na fronteira

    Publicado em

    spot_img

    Brasília (DF) – Durante a reunião dos governadores eleitos com o futuro presidente Jair Bolsonaro (PSL),  o governador eleito do Amazonas, Wilson Lima (PSC), pede integração de poderes para o combate ao narcotráfico e proteção da Zona Franca de Manaus.

    Wilson Lima, ressaltou a necessidade de estabelecer um consenso, levando em consideração as diversidades brasileiras. Apresentou o Amazonas como um Estado, que apesar de ter um território de 1,5 milhão km² e ser preservado ambientalmente, enfrenta problemas de ordem social de igual proporção, cuja solução depende de integração, combate ao narcotráfico.

    “Segundo estimativas das polícias civil, militar e federal passam pelo Amazonas cerca de 100 toneladas de drogas por ano, que entram pelas nossas fronteiras e  seguem para outros estados. É injusto que o Estado do Amazonas tenha de arcar sozinho com este ônus da proteção das fronteiras. As reformas da previdência e tributária são essenciais. Esta última é a que mais nos preocupa. Algumas propostas ferem de morte a Zona Franca de Manaus, cujo modelo foi criado para proteger uma região estratégica para o Brasil e para o mundo. Nos últimos cinco anos, perdemos cerca de 50 mil postos de trabalho. 82% das atividades econômicas do Estado estão concentradas na capital por conta desses incentivos, que, hoje não podem ser mexidos. Precisamos de apoio do governo federal assim como dos senhores para reduzir a desigualdade”, pontuou Lima.

    O representante amazonense também lembrou que a retirada dos entraves para a pavimentação da BR-319 é um ponto emergencial que beneficiará tanto o Amazonas quanto os demais estados, retirando-os do isolamento geográfico das demais regiões brasileiras. Falou também sobre a importância da união dos governadores para descontingenciar os recursos oriundos da Lei Kandir, que não foram repassados pela União aos estados. “O Estado do Amazonas tem uma das maiores riquezas naturais do mundo. No entanto, metade da nossa população vive na linha da pobreza. Essas desigualdades precisamos corrigir. Faço aqui um apelo de um amazônida para que a gente continue preservando a floresta, mas não temos como fazer isso se não houver desenvolvimento social”, finalizou Wilson Lima.

    Durante o encontro, Bolsonaro (PSL) agradeceu a presença de todos os governadores e recebeu a carta de demandas dos poderes estaduais.

    *Com informações da assessoria

    Foto: Reprodução / Facebook

    Últimos Artigos

    Nível dos rios do AM é “preocupante”, diz Defesa Civil

    Em informativo à população compartilhado nesta semana, a Defesa Civil Estadual do Amazonas (DC-AM)...

    AM perde liderança no Norte na produção de ovos

    Com a produção de 520.956 ovos de galinha em 2023, o Amazonas perdeu a...

    Em dois meses, 17 pessoas morreram atropeladas em Manaus

    De janeiro a fevereiro de 2024, 17 pessoas morreram em atropelamentos em Manaus. O...

    Saiba quais alimentos têm sódio em excesso identificados pela Anvisa

    Um relatório divulgado pela Anvisa revelou que 28% dos produtos industrializados monitorados entre 2020...

    Mais artigos como este

    Nível dos rios do AM é “preocupante”, diz Defesa Civil

    Em informativo à população compartilhado nesta semana, a Defesa Civil Estadual do Amazonas (DC-AM)...

    AM perde liderança no Norte na produção de ovos

    Com a produção de 520.956 ovos de galinha em 2023, o Amazonas perdeu a...

    Em dois meses, 17 pessoas morreram atropeladas em Manaus

    De janeiro a fevereiro de 2024, 17 pessoas morreram em atropelamentos em Manaus. O...